Pular para o conteúdo
Receba nossas notícias em seu e-mail:

Plano de ação para implementar o eSocial para órgãos públicos

Você sabe o que tem que fazer para implementar eSocial na instituição pública onde atua? Confira no nosso artigo!
esocial

A 3ª fase do eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas) para órgãos públicos começa no próximo dia 22 de abril, trazendo uma série de mudanças no envio das informações ao Governo. 

E você, sabe o que tem que fazer para implementar o novo sistema na instituição pública onde atua? Se ainda tem dúvidas de como executar um plano de ação, esse artigo é para você! Vem com a gente!

Como implementar o eSocial?

Umas da formas mais simples para implementar o eSocial para órgãos públicos é utilizar a 

ferramenta 5w2h.

Para você que não sabe o que é essa ferramenta, trata-se de uma espécie de checklist administrativo das tarefas, prazos e responsabilidades que devem ser realizadas pelos envolvidos em determinado projeto.

Ao usar essa ferramenta para implementar o eSocial no órgão público, você deve definir o que será feito, porque, onde, quem irá fazer, quando será feito, como e quanto custará.

Nesse sentido, a ideia é identificar problemas no RH onde atua, propor ações e como elas serão colocadas em prática. 

Feito, defina quais os temas que precisam ser trabalhado e quais as pessoas responsáveis por cada atividade. Quando cada tarefa deve começar e terminar, criando, dessa forma, um cronograma.

Não esqueça de listar também quais os possíveis problemas que podem surgir durante a etapa de implementação do eSocial.

Checklist do plano de ação do eSocial

O plano de ação deve ter um planejamento e também o acompanhamento das atividades previstas.

Para que ele seja eficaz, tenha:

– Objetivo geral a ser alcançado;

– Lista de ações;

– Início e término de cada atividade;

– Orçamento para cada atividade(tempo);

– Responsável;

– Riscos previstos e planos de contingência.

Quer saber mais como fazer um plano de ação para implementar o eSocial? Confira esse live no nosso canal do Youtube. Clique aqui!

Cronograma de implantação do eSocial para os órgãos públicos

O cronograma de implantação para órgãos públicos foi dividido em fases:

1ª Fase – Data inicial: 21/07/2021 e Data final: 21/11/2021

Informações relativas aos órgãos, ou seja, cadastros dos empregadores e tabelas

Obs: o envio das informações constantes dos eventos da tabela S-1010 do leiaute do eSocial, deverá ocorrer até o dia 21 de abril de 2022.

2ª Fase – 22/11/2021

Informações relativas aos servidores e seus vínculos com os órgãos (eventos não periódicos). Ex: afastamentos, admissões e desligamentos.

3ª Fase – 22/04/2022

Envio das folhas de pagamento de todo o mês de abril/2022. Além disso, a 3ª fase inclui ainda a Substituição da GFIP para recolhimento das Contribuições Previdenciárias, que acontecerá em junho deste ano e a Substituição da GFIP para recolhimento do FGTS, que ainda não tem data definida. 

4ª Fase – 11/07/2022

Envio de dados de segurança e saúde no trabalho (SST)

Se você quer ficar por dentro da 3ª fase de implantação do eSocial, inscreva-se gratuitamente na Maratona eSocial para Órgãos Públicos.

Gostou do artigo? 

Então, não deixe de compartilhar com os colegas e amigos esse conteúdo superinteressante. 

Quer aprender tudo sobre a implantação da 3ª fase de implantação do eSocial? Então, inscreva-se gratuitamente na Maratona eSocial para Órgãos Públicos.

Leia também: 

IRPF e bolsa de pós-graduação: saiba se é preciso declarar?

Saiba como declarar o saque do FGTS no IRPF 2021

Imposto de Renda MEI: Como saber se preciso fazer a declaração

Como preparar a ECD? Dicas e Passo a Passo

ECD: Multas e penalidades pela falta de entrega do documento

O  que é PVA, função e erros que podem ser constatados

Aqui no Portal da Nith Treinamentos, você encontra informações sobre Departamento Pessoal, Recursos Humanos e Área Contábil para que tenha acesso às principais e mais confiáveis informações destes segmentos. 

Continue acompanhando Nith, empresa referência na área trabalhista, contábil, fiscal, previdenciária e em eSocial, nos principais canais de comunicação: Youtube, Instagram e Facebook.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.