Pular para o conteúdo
Receba nossas notícias em seu e-mail:

eSocial: Órgãos Públicos devem entregar a DCTFWeb a partir de julho

No dia 15 de julho de 2022 tem ​início de obrigatoriedade da emissão de DCTFWeb. Saiba mais no nosso artigo!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
DCTFWeb

No dia 15 de julho de 2022 tem ​início de obrigatoriedade da emissão de DCTFWeb (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos) para os órgãos públicos da União, estados e municípios. 

As informações correspondem aos fatos geradores ocorridos em junho de 2022. Quer saber mais sobre esse assunto e como entregar o documento de forma correta. Confira!

O Que é DCTFWeb?

A DCTFWeb é, basicamente, um declaração de confissão para a Receita Federal sobre os débitos e créditos referente às contribuições previdenciárias feitas a terceiros.

Esse documento, que é uma obrigação acessória, contribui e também simplifica o acesso às informações que, anteriormente, eram enviadas por meio da GFIP (Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações Tributárias à Previdência Social).

Como gerar a DCTFWeb?

Para gerar a declaração, os órgãos públicos devem transmitir os eventos periódicos do eSocial e EFD-Reinf (quando necessário). 

Após o “fechamento” mensal dessas escriturações, a DCTFWeb será disponibilizada para vinculação de débitos e créditos e, depois, para o envio à Receita Federal.

Lembrando que a partir do início da obrigatoriedade da DCTFWeb, a Receita Federal e o INSS não vão mais recepcionar as GFIP enviadas.

Somado a isso, o pagamento das contribuições previdenciárias devem ser efetivados por meio de DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais), ou seja, não é mais necessário usar a GPS (Guia da Previdência Social).

Na declaração é preciso incluir informações sobre as contribuições previdenciárias relativas ao período de apuração (competência) de junho.

eSocial Órgãos Públicos

Aliás, não se esqueça que, no próximo dia 22 de abril, começa a 3ª fase  do eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas) para os órgãos públicos.

A partir desta data devem ser enviadas as folhas de pagamento de todo o mês de abril/2022. 

Além disso, os órgãos públicos serão obrigados a fazer a substituição da GFIP para recolhimento das Contribuições Previdenciárias, que acontecerá em junho deste ano e a Substituição da GFIP para recolhimento do FGTS, que ainda não tem data definida. 

Fique de olho no nosso blog, pois, durante o mês de abril, os principais temas são relacionados ao eSocial para órgãos públicos. 

Se você quer ficar por dentro da 3ª fase de implantação do eSocial, inscreva-se gratuitamente na Maratona eSocial para Órgãos Públicos.

Gostou do artigo? 

Então, não deixe de compartilhar com os colegas e amigos esse conteúdo superinteressante. 

Quer aprender tudo sobre a implantação da 3ª fase de implantação do eSocial? Então, inscreva-se gratuitamente na Maratona eSocial para Órgãos Públicos.

Leia também: 

Plano de ação para implementar o eSocial para órgãos públicos

Órgãos Públicos: quem está obrigado a prestar informações ao eSocial?

Processos indicados na implantação do eSocial para órgãos públicos

eSocial para Órgãos Públicos: vantagens de utilizar o novo sistema

eSocial Órgãos Públicos: penas, multas e sanções pelo descumprimento

Aqui no Portal da Nith Treinamentos, você encontra informações sobre Departamento Pessoal, Recursos Humanos e Área Contábil para que tenha acesso às principais e mais confiáveis informações destes segmentos. 

Continue acompanhando Nith, empresa referência na área trabalhista, contábil, fiscal, previdenciária e em eSocial, nos principais canais de comunicação: Youtube, Instagram e Facebook.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.