Pular para o conteúdo
Receba nossas notícias em seu e-mail:

Como empreender na área trabalhista: 10 ideias infalíveis

Pensa em empreender na área trabalhista, mas não sabe por onde começar? Então, esse artigo é para você!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
declaração mei

Pensa em empreender na área trabalhista, mas não sabe por onde começar? Então, esse artigo é para você!

Sabemos que, mesmo com um leque de opções para empreender nessa área, nem sempre é fácil ter boas ideias para ter sucesso, não é mesmo?

Com o empreendedorismo em alta, é preciso oferecer um diferencial neste mercado, afinal, todos os dias surgem startups com novas ideias, produtos e serviços nunca vistos antes. 

Por isso, é sempre bom conhecer um pouco mais sobre o mercado e as infinitas possibilidades que essa área oferece. Vem com a gente e vamos conhecer uma lista de 10 novos empreendimentos possíveis na área trabalhista. Confira!

Conheça 10 formas de empreender na área trabalhista

Quer se destacar na área trabalhista, ter sucesso e garantir bons lucros? Confira 10 ótimas maneiras de atuar no segmento!

1. Empresa de treinamentos (presenciais e/ou online)

A área trabalhista no ramo da educação é um dos segmentos mais promissores, seja em tempos de prosperidade ou de crise. Isso porque, estudar é um dos principais caminhos para driblar e vender as dificuldades. 

Com a obrigatoriedade de entrega do eSocial, muitos profissionais buscam treinamentos com frequência para se atualizarem sobre os mais diversos assuntos da área trabalhista.  

Mesmo que você não se identifique em dar aulas, existe a possibilidade de contratar professores para ministrar as aulas. 

2. Outsourcing em Departamento Pessoal 

Pelo motivo de complexidade da legislação e do eSocial, outra área com ótima oportunidades de trabalho é a terceirização dos serviços, chamada também de Business Process Outsourcing, executados no Departamento Pessoal.  

Empresas e profissionais oferecem esse tipo de serviço terceirizado, como cadastro de pessoal, rescisão e rotinas como folha de pagamento, férias e 13º terceiro salário.

3. Gestão trabalhista de empregados domésticos – Empresa ou App 

Desde 2015, quando o eSocial entrou em vigor para os empregadores domésticos, diversas empresas foram abertas para atuar no controle dos direitos trabalhistas dos seus empregados domésticos. 

Hoje em dia, esse serviço pode ser prestado das mais diversas formas, inclusive por aplicativo, com a maior parte dos serviços sendo feita de maneira automatizada. 

4. Agência de trabalho temporário – Lei 6.019/74 

Outra possibilidade de abrir seu próprio negócio é criar agências de trabalho temporário. 

Hoje em dia, muitas empresas contratam  agências de trabalho temporário para fazer os processos seletivos para a contratação de empregados para substituir colaboradores afastados por mais de três meses, como no caso das gestantes. 

Um dos exemplos de sucesso neste setor é a Gelre.

5. Empresa de terceirização de mão de obra 

Para otimizar as contratações e focar em seu core business, as empresas de terceirização de mão de obra têm ganhado, cada vez mais, espaço no mercado.

Esse tipo de empresa oferece profissionais terceirizados que atuam em  serviços auxiliares e atividades-meio, um dos exemplo é a empresa Essence.  

6. Revenda ou franquia de sistemas de gestão de pessoal e suporte ao cliente 

A revenda ou franquia de sistemas de gestão de pessoal e suporte ao cliente também apresenta uma alta tendência de crescimento. 

Isso porque, todas as empresas precisam de ferramentas para operar suas folhas de pagamento e cadastro de pessoas, Nesse caso, essas empresas prestam suporte local aos usuários.

7. Consultoria de implantação e gestão do eSocial 

Outra possibilidade para empreender na área trabalhista é a consultoria de implantação e gestão do eSocial. 

Diante da complexidade do eSocial, a área trabalhista precisa de consultores de implantação e de gestão. Na Nith, por exemplo, já formamos  centenas de alunos que se tornaram consultores e estão faturando alto com consultoria.

8. Empresa de auditoria e perícia na área trabalhista 

Já pensou em ter uma empresa de auditoria e perícia na área trabalhista? Esse tipo de empresa pode render ótimos lucros com a expertise do profissional.

A vantagem é que essa área não necessita de uma formação específica para ajudar empresas a diminuir ou evitar problemas com a justiça.

9. Professor, palestrante ou instrutor na área trabalhista 

Você também pode ser professor, palestrante ou instrutor na área trabalhista. Saiba que um 

professor pode ter bons ganhos ao compartilhar seus conhecimentos por meio de aulas em instituições de graduação ou pós-graduação.

Além disso, você também pode atuar como palestrante por todo o país. 

10. Empresa de contratação de estagiários e aprendizes 

É possível ainda criar uma empresa de contratação de estagiários e aprendizes, auxiliando na conquista do primeiro emprego. 

A vantagem é que não há uma expectativa de mudanças na legislação para extinção dessas modalidades de entrada no mercado de trabalho. 

Sendo assim, as empresas são, atualmente, obrigadas a contratar aprendizes e os estágios em muitos cursos são obrigatórios.

Gostou do artigo? 

Então, é hora de começar a planejar o seu negócio. Não deixe também de compartilhar com os colegas e amigos esse conteúdo superinteressante.

Leia também: 

FGTS Digital: Governo lança novo portal

Restituição do IR 2022: confira o calendário e como consultar

FGTS: Governo anuncia pacote de saques para mulheres

SIT lança ferramentas para a NR-01: saiba mais

INSS muda as diretrizes para a concessão de benefícios

Imposto de Renda MEI: Como saber se preciso fazer a declaração

Aqui no Portal da Nith Treinamentos, você encontra informações sobre Departamento Pessoal, Recursos Humanos e Área Contábil para que tenha acesso às principais e mais confiáveis informações destes segmentos. 

Continue acompanhando Nith, empresa referência na área trabalhista, contábil, fiscal, previdenciária e em eSocial, nos principais canais de comunicação: Youtube, Instagram e Facebook.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.