Pular para o conteúdo
Receba nossas notícias em seu e-mail:
Search
Close this search box.

PIS/PASEP: dinheiro esquecido será enviado ao Tesouro Nacional

Entenda mais sobre os valores do PIS/PASEP que serão transferidos!

O dinheiro esquecido das cotas do PIS/PASEP pelos trabalhadores sem contabilização dessa despesa no teto de gastos será transferido para o Tesouro Nacional.  

A medida foi autorizada por meio da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da Transição, e a transferência ocorrerá em agosto. 

Segundo a Caixa Econômica Federal, os valores somam R$24,6 bilhões em cotas do programa, disponíveis para cerca de 10 milhões de trabalhadores. Entenda mais no nosso artigo!

O que são os valores esquecidos?

As cotas do PIS/PASEP são valores pertencentes a trabalhadores que tiveram carteira assinada entre 1971 e 1988, e que não fizeram o saque PIS/PASEP.

Lembrando que tanto o Pis quanto o Pasep são uma espécie de abono salarial, disponibilizado todos os anos, aos trabalhadores da iniciativa pública e privada, desde que atentem a alguns requisitos.  

Até 2019, esses recursos esquecidos somente podiam ser sacados pelos trabalhadores em casos específicos, como aposentadoria, por exemplo.

Depois desse período, o Governo autorizou o saque integral dos valores do Pis/Pasep para aqueles que trabalharam durante esses anos. 

De acordo com a CEF, o valor médio pago ao trabalhador que tem direito ao benefício é de R$2,3 mil, podendo variar de acordo com o período trabalhado e o salário. 

Transferência dos valores para o Tesouro Nacional

Um artigo na PEC da Transição autorizou o uso dos valores esquecidos em cotas do Pis/Pasep pelos trabalhadores sem contabilização dessa despesa no teto de gastos.

Dessa maneira, esse montante não poderá mais ser sacado de maneira simples, já que o dinheiro será transferido ao Tesouro Nacional e poderá ser usado para investimentos em diferentes áreas do governo. 

Como fazer a consulta e o saque das cotas do Pis/Pasep?

A consulta e o saque das cotas PIS/PASEP podem ser feitos diretamente no aplicativo FGTS pelos titulares das contas ou por seus dependentes, em caso de falecimento do titular.

Você precisará acessar o app e ir em “Meus saques”. Depois disso, selecione “Outras situações de saques”, vá até a opção “PIS/PASEP – Modalidade destinada ao trabalhador que possui cotas PIS/PASEP” e clique em “Solicitar saque”.

Lembrando que o saque das cotas do PIS/PASEP pode ser realizado até o dia 5 de agosto pelos titulares das contas ou por seus dependentes.

Depois disso, os beneficiários podem solicitar o resgate dos valores por até cinco anos; contudo, será preciso entrar com um recurso administrativo para fazer o pedido.

Gostou do artigo? Então, continue acompanhando o nosso blog, pois trazemos dicas sobre as áreas de RH, Departamento Pessoal e Contabilidade, além de novidades e as últimas notícias do setor.

Clique aqui e conheça todos os cursos disponíveis no Nithflix por apenas R$39,90 por mês/ plano anual

Leia mais:

DCTFWeb: confira mudanças divulgadas pela Receita Federal

Confira as principais NRs para o Departamento Pessoal

Principais laudos e programas para o Departamento Pessoal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com a Nith
Olá, como podemos te ajudar?
x