Pular para o conteúdo
Receba nossas notícias em seu e-mail:
Search
Close this search box.

Principais laudos e programas para o Departamento Pessoal

Leia o nosso artigo e saiba tudo sobre esses documentos essenciais para o setor!

O Departamento Pessoal é uma área essencial em qualquer organização, responsável pela gestão dos colaboradores e pelas questões burocráticas relacionadas aos recursos humanos. 

Para garantir o cumprimento das obrigações legais e a segurança jurídica da empresa, é necessário utilizar diversos laudos e programas. 

Por isso, neste artigo, apresentaremos os principais laudos e programas utilizados no Departamento Pessoal, destacando suas funcionalidades e importância para uma gestão eficiente.

Laudos e programas essenciais para o DP

Confira os principais para ter uma gestão eficiente na área de Departamento Pessoal!

Laudo de Periculosidade

O Laudo de Periculosidade é um documento técnico emitido por um engenheiro de segurança do trabalho. 

Ele tem o objetivo de identificar e avaliar os riscos existentes nas atividades desenvolvidas pelos funcionários, indicando se há exposição a agentes perigosos. 

Esse laudo é fundamental para a aplicação do adicional de periculosidade, previsto na legislação trabalhista, e para garantir a segurança e saúde dos colaboradores.

Laudo de Insalubridade

Assim como o Laudo de Periculosidade, o Laudo de Insalubridade é emitido por um profissional especializado. 

Esse documento tem como finalidade identificar e classificar as condições de trabalho que expõem os funcionários a agentes nocivos à saúde, como ruídos, calor, produtos químicos, entre outros. 

Com base nesse laudo, é possível determinar o adicional de insalubridade, conforme estabelecido na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA)

O PPRA é um programa obrigatório para todas as empresas, cujo objetivo é identificar, avaliar e controlar os riscos ambientais presentes no ambiente de trabalho. 

O programa de prevenção de riscos ambientais consiste na realização de uma análise completa dos locais onde os colaboradores desempenham suas atividades, visando à prevenção de acidentes e doenças ocupacionais. 

Nesse sentido, ele envolve ações como levantamento de agentes de risco, definição de medidas de controle, treinamentos e acompanhamento periódico.

Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO)

O PCMSO é um programa que visa promover e preservar a saúde dos trabalhadores, por meio de ações de prevenção, monitoramento e diagnóstico precoce de possíveis doenças relacionadas ao trabalho. 

Sendo assim, esse programa deve ser elaborado e implementado por um médico do trabalho e abrange exames admissionais, periódicos, demissionais, de retorno ao trabalho e de mudança de função. 

O PCMSO também pode incluir a emissão do Atestado de Saúde Ocupacional (ASO), que comprova a aptidão do colaborador para exercer suas funções.

eSocial

O eSocial é um programa do Governo Federal brasileiro que visa unificar o envio de informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais pelas empresas. 

Esse sistema simplifica e agiliza a prestação de informações, eliminando a necessidade de enviar documentos em papel e reduzindo a burocracia. 

No Departamento Pessoal, o eSocial é utilizado para enviar informações sobre admissões, demissões, folha de pagamento, entre outros eventos relacionados aos funcionários.

PGR — Programa de Gerenciamento de Riscos

O Programa de Gerenciamento de Riscos (PGR) é um programa obrigatório estabelecido pela Norma Regulamentadora 22 (NR-22) do Ministério do Trabalho e Emprego do Brasil. 

Ele tem como objetivo identificar, avaliar e controlar os riscos presentes nas atividades de mineração, visando a preservação da saúde e da integridade física dos trabalhadores.

O PGR é aplicado especificamente às empresas que atuam no setor de mineração, abrangendo desde a extração até o beneficiamento de minerais. Seu principal objetivo é promover a segurança e a saúde ocupacional dos trabalhadores, prevenindo acidentes, doenças ocupacionais e outros eventos adversos.

No PGR, são considerados diversos aspectos relacionados aos riscos presentes nas atividades de mineração, tais como riscos geológicos, riscos de incêndio e explosão, riscos ergonômicos, riscos químicos e riscos de acidentes.

ASO — Atestado de Saúde Ocupacional

O Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) é um documento utilizado no âmbito da medicina do trabalho para comprovar a aptidão do trabalhador para exercer determinada função ou atividade dentro de uma empresa. 

Ele é regulamentado pela Norma Regulamentadora 7 (NR-7) do Ministério do Trabalho e Emprego do Brasil.

O ASO é emitido por um médico do trabalho ou por um profissional da saúde designado pela empresa, desde que esteja devidamente capacitado para realizar essa avaliação. 

O objetivo principal do ASO é garantir a segurança e a saúde ocupacional do trabalhador, bem como a conformidade legal da empresa em relação às exigências trabalhistas.

O ASO pode ser dividido em diferentes tipos, de acordo com a finalidade da avaliação médica realizada. 

Perfil Profissiográfico Previdenciário – PPP

O Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) é um documento regulamentado pela Previdência Social no Brasil. 

Ele tem como objetivo fornecer informações detalhadas sobre as atividades desempenhadas pelo trabalhador, bem como os agentes de risco a que ele está exposto ao longo de sua vida laboral. 

O PPP é utilizado para comprovar as condições de trabalho, auxiliando na concessão de benefícios previdenciários, como a aposentadoria especial.

Laudo Técnico de Condições Ambientais de Trabalho – LTCAT

O Laudo Técnico de Condições Ambientais de Trabalho (LTCAT) é um documento elaborado por um engenheiro de segurança do trabalho ou médico do trabalho. 

A finalidade deste documento é avaliar as condições ambientais de trabalho e identificar a existência de agentes nocivos à saúde dos trabalhadores.

O LTCAT é regulamentado pela Previdência Social no Brasil e é utilizado para comprovar a exposição a agentes nocivos que possam causar danos à saúde ou à integridade física do trabalhador. Ele é um documento importante para a concessão de aposentadoria especial, um benefício previdenciário destinado aos trabalhadores expostos a condições de trabalho prejudiciais.

Comunicação de Acidente de Trabalho – CAT

A Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) é um documento obrigatório que deve ser emitido quando ocorre um acidente de trabalho ou uma doença ocupacional. 

A CAT é regulamentada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Brasil e tem como objetivo registrar e comunicar oficialmente o ocorrido, garantindo que o trabalhador tenha acesso aos direitos previdenciários e assistenciais assegurados por lei.

A emissão da CAT é responsabilidade do empregador, do próprio trabalhador, dos dependentes, de entidades sindicais ou de autoridades públicas competentes. 

Ela deve ser realizada imediatamente após a ocorrência do acidente ou logo que seja constatada a doença ocupacional, assegurando o registro formal do incidente e a proteção dos direitos do trabalhador.

Conclusão

A utilização dos principais laudos e programas no Departamento Pessoal é fundamental para garantir a conformidade legal, a segurança dos colaboradores e uma gestão eficiente dos recursos humanos. 

Gostou do nosso artigo e quer saber mais sobre esses e outros assuntos, como o eSocial?

Saiba que começa hoje, 13 de junho, a 7ª edição do Workshop Dominando o eSocial! Um grandioso evento 100% online e gratuito para você estar atualizado sobre as novidades do eSocial.

Esperamos por você! Toque no botão abaixo para garantir a sua inscrição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com a Nith
Olá, como podemos te ajudar?
x