Pular para o conteúdo
Receba nossas notícias em seu e-mail:
Search
Close this search box.

Governo vai ampliar isenção de IR para quem ganha até 2 salários-mínimos

Leia o nosso artigo e entenda tudo sobre a ampliação da isenção do Imposto de Renda para quem ganha até 2 salários-mínimos.
isenção IR

Na última terça-feira, 23, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou que o governo vai isentar do Imposto de Renda (IR) aqueles contribuintes que recebem até 2 salários mínimos, que corresponde a R$ 2.824 por mês. 

Essa decisão do Governo Federal visa evitar a tributação dessa faixa de renda, que deixou de ser isenta devido ao reajuste do salário mínimo.

Continue lendo o nosso artigo e entenda tudo sobre a ampliação da isenção do Imposto de Renda para quem ganha até 2 salários-mínimos.

Ampliação da isenção do IR: até 2 salários-mínimos

Essa notícia foi dada pelo presidente durante uma entrevista à Rádio Metrópole, de Salvador.

Segundo Lula, essa medida é necessária porque com o reajuste do salário-mínimos, contribuintes que ganham até 2 salários-mínimos teriam que pagar Imposto de Renda.

Lembrando que no início deste ano, o salário mínimo subiu de R$ 1.320 para R$ 1.412, representando um aumento de 6,97%. 

Essa elevação considerou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado até novembro de 2023 (3,85%) e o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2022 (3%). 

Vale ressaltar que esse reajuste retoma a fórmula adotada durante os governos do PT, que leva em conta a inflação do ano anterior somada ao crescimento econômico de dois anos atrás.

O Governo informou que até o final de janeiro, o Ministério da Economia concluirá os cálculos para isentar aqueles que ganham até 2 salários mínimos.

Em 2023, o governo já havia aumentado a faixa de isenção do IRPF de R$ 1.903,98 para R$ 2.112, beneficiando quem ganha até R$ 2.640 com o desconto de 20% na tributação simplificada.

A abertura do período de envio da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) 2024 (ano-base 2023) deverá ser entregue entre 15 de março e 31 de maio.

Gostou do artigo?

Então, continue acompanhando o nosso blog, trazemos muitas informações, que te ajudam a tirar todas as suas dúvidas sobre as áreas de RH, Departamento Pessoal e Contabilidade, processos relacionados ao eSocial, além de novidades e as últimas notícias do setor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com a Nith
Olá, como podemos te ajudar?
x